OiToronto

A transformação da Yonge-Dundas Square

por
- Post atualizado em: 21 abr 2011
hits 14

Até o final dos anos 90, a esquina do lado sudeste das ruas Yonge e Dundas era nada mais do que uma área ocupada por um bando de lojas decadentes, considerada por muitos um local perigoso na cidade.

dundas-square-past

A transformação dessa região começou com a desapropriação e demolição dos edifícios que ficavam por ali, dando lugar ao projeto “Yonge-Dundas Square”. Agora, esse projeto ousado, que gerou controvérsia, está quase por completo, dando um novo impulso ao centro da cidade. A Yonge-Dundas Square, projetada pela Brown + Storey Architects, foi aberta ao público em novembro de 2002, mas o grande concerto de inauguração aconteceu mesmo no dia 30 de maio do ano seguinte. A área – que integra o Downtown Yonge Business Improvement Area – possui sua própria equipe de administração, que cuida dos negócios e eventos do local. Na verdade, a praça tem uma pequena inclinação, feita de propósito, porque os arquitetos queriam dar um ‘estilo teatral’ àquele espaço. Lá também existe um palco utilizado em shows e outras apresentações, além de uma entrada para a estação Dundas do metrô. Embaixo da praça ainda existe um estacionamento municipal e banheiros públicos. Uma de suas principais atrações são duas fileiras de fontes de água, que praticamente saem do chão sob o controle de computadores, o que dá chance aos pedestres de se desviarem ou caminharem por entre elas. Diferentemente de outras fontes, a da Dundas Square possui um sofisticado sistema de filtragem que proporciona a qualidade à água, sendo possível até bebê-la.

Inspirada na Times Square

dundas-square-today

A grande inspiração da praca é a Times Square, de Nova Iorque, com seus grandes painéis luminosos de propaganda, sendo local destinado à grandes eventos, como os shows de Beyonce e John Mayer no ano passado, além da exibição de filmes, compra de ingressos de teatros e musicais e também exposição de feiras de artesanato.

O projeto não mantém apenas relação com a praça, mas com os edifícios que ficam ao redor. O primeiro a ser inaugurado foi a “Torre de Mídia”, que fica próxima à esquina noroeste da Yonge e Dundas, considerada a torre de mídia mais alta do mundo. Em 2004, houve uma grande reforma da entrada do shopping Eaton Centre, mudando totalmente a sua fachada. Outro grande projeto no local é o Toronto Life Square, um grande complexo com 24 salas de cinema, lojas, escritórios e uma grande praça de alimentação, inaugurada em 2008.

Mais projetos

Já o Olympic Spirit Toronto, que foi inaugurado no lado sudeste da praça em 2004, mostrando a história do Canadá dentro dos Jogos Olímpicos, acabou não atraindo muito público, tendo suas portas fechadas no ano passado. O mesmo edifício, comprado pelo grupo Rogers Media, está sendo transformado na nova casa das redes de televisão Citytv e OMNI. Com certeza, essas inaugurações vão agitar a praça ainda mais.

Os gigantes painéis de propaganda e toda a agitação da praça acabaram por gerar controvérsia no passado, principalmente dentre aqueles a favor de mais espaços verdes para a cidade e menos poluição visual. Muitos apontaram ao local como um péssimo exemplo de privatização de um espaço público.

De qualquer forma, a Yonge-Dundas Square mostra o quão importante é um projeto de revitalização de uma área para uma cidade. É impressionante ir até lá e conferir a transformação, contínua, daquela região.

Serviço: Para informações sobre os próximos eventos e atividades da Yonge-Dundas Square, basta visitar o site: www.ydsquare.ca

Gostou do conteúdo? Assine nossa newsletter!

Cadastre-se para receber as novidades do blog por email. É de graça!

Obrigada! Seu pedido foi enviado com sucesso.

Erro

Por: Christian Pedersen

Christian Pedersen é natural de Santos, São Paulo, tem 39 anos de idade e é casado. Foi o primeiro brasileiro a se casar com outro homem em Toronto, em junho de 2003. No Brasil, trabalhou na gravadora Roadrunner Records, depois abriu um escritório de promoção e marketing para bandas e artistas, tendo clientes como a gravadora BMG, os selos Geléia Geral e Dubas. Christian mudou-se para Toronto em 2002, e virou cidadão canadense em 2007. Começou a escrever a coluna Conexão C no Brasil News em março de 2007, que posteriormente ganhou o nome Connection City. De maio a outubro de 2008, foi editor-interino do jornal. Do fim daquele ano, até outubro de 2010, foi editor e um dos proprietários do blog OiToronto.ca [ email ]

Ver comentários

Classificados

Autopark Georgetown

Estou aqui para ajudar quem precisa comprar um carro no Canadá. Financiamos para recém-chegados e pessoas sem crédito. [LER]

ANUNCIE AQUI!