OiToronto

Elementary e secondary schools no Canadá

      19.981

Tudo o que você precisa saber antes de imigrar para Toronto com o filho (entre 6 e 17 anos) ou matriculá-lo em um programa de intercâmbio educativo no Canadá.

http://www.flickr.com/photos/makoworks/2919354987/

Muitos artigos no OiToronto falam da possibilidade de estudar idiomas em Toronto ou até mesmo dar continuidade aos estudos em instituições como colleges ou universities. No entanto, cada vez mais pais procuram enviar seus filhos não só para estudar inglês, mas para cursar um ano do ensino fundamental ou médio no exterior. Neste artigo procuro esclarecer como funciona a elementary e a secondary school no Canadá. Essas informações são úteis também para quem pretende imigrar para o Canadá com filhos de até 17 anos e gostaria de entender melhor como funciona o sistema educacional.

No Canadá, quem administra o ensino fundamental (chamado de elementary school) e o ensino médio (chamado de secondary school ou simplesmente high school) é o governo provincial, e portanto o sistema educacional varia de província para província. As informações deste artigo se referem a Ontário.

Brasil x Canadá: diferenças básicas

A elementary school é cursada por alunos de 6 a 14 anos (do grade 1 ao grade 8), enquanto a high school é cursada por alunos de 14 a 18 anos (do grade 9 ao grade 12). Diferentemente do Brasil, o ano letivo no Canadá vai de setembro a junho, pois as férias de verão são nos meses de julho e agosto. Há também um Winter break (recesso de inverno) de duas ou três semanas em dezembro, popularmente chamado de Christmas break (recesso de Natal), e um Spring break (recesso de primavera) de uma semana em março.

Outra importante diferença é que alunos de elementary e high schools ficam na escola em período integral, do início da manhã até o meio da tarde. Menos de 10% dos estudantes canadenses estudam em escolas particulares, pois são caríssimas, e as escolas públicas são de altíssima qualidade. A maioria das escolas religiosas são católicas. É importante notar que apesar de ambas serem públicas (tantos as escolas religiosas quanto as não-religiosas), as escolas não-religiosas são chamadas de public schools, enquanto as católicas são chamadas de Catholic schools.  Ensino religioso obrigatório, prática de costumes como orações no dia a dia, além de retiros religiosos e missas são o que diferem as Catholic schools das public schools. O uso de uniforme é obrigatório apenas em Catholic high schools, e pode custar entre C$300 e C$500 por ano. As demais escolas não exigem uniformes.

Quem administra?

Diferentes district school boards administram as escolas nas várias cidades e regiões. Em Toronto, o Toronto District School Board cuida das public elementary e high schools enquanto o Toronto Catholic District School Board cuida das Catholic elementary e high schools. Na Greater Toronto Area (Grande Toronto) o Peel District School Board cuida das public elementary e high schools enquanto o Dufferin-Peel Catholic District School Board cuida das Catholic elementary e high schools. É através desses centros que a matrícula dos alunos é feita. Para saber como funciona o procedimento para matricular seu filho, veja este outro artigo do OiToronto.

Quanto custa?

Para o aluno que não é cidadão canadense ou permanent resident e não está em um processo de imigração durante o período de estudo, o ano letivo custa C$12,5 mil em elementary schools e C$14 mil em high schools. Livros e transporte escolar estão incluídos no valor. Para os demais alunos este custo é subsidiado pelo governo, também com direito a livros e transporte. O único custo para o aluno, então, é com o material escolar (mochila, lápis, caneta etc), com o uniforme (caso estude em uma Catholic high school) e com alimentação. Geralmente o aluno estuda na escola mais próxima de seu endereço residencial, como determinado pelo district school board da região.

Formação crítica

Em geral, a linha pedagógica de elementary e high schools é mais liberal que no Brasil e há grande incentivo para que o aluno participe de algumas das atividades extracurriculares que a escola oferece. É por isso que muitos estudantes brasileiros que tiveram toda a base educacional no Brasil e vieram para o Canadá já na 8ª série (ou grade 8), ou completaram o ensino médio aqui (com a conclusão do grade 12), têm facilidade com as matérias e os métodos de avaliação.

Enquanto no Brasil há uma ênfase em preparar o aluno para que ele se saia bem em provas como vestibulares (para o eventual sucesso no mundo profissional), aqui o foco é em preparar o aluno para que ele tenha, de certa forma, um olhar crítico para diferentes questões. O ambiente de ensino,  então, é menos rigoroso, digamos, do que no Brasil. Cada vez mais, especialistas têm incentivado filosofias de ensino como essa, pois, segundo eles, é o desenvolvimento da tolerância para com diferentes culturas, da criatividade e da habilidade de se expressar que melhor prepara o aluno para uma formação cidadã e para a era da informação.

Estudo direcionado: o aluno escolhe o nível

Até os grades 9 e 10 da high school, o aluno tem contato obrigatório com todas as matérias tradicionais, como História, Geografia, Matemática, Física, Química, etc, e a partir do grade 11 o conteúdo programático passa a focar em áreas de sua preferência. O aluno pode, por exemplo, escolher focar em humanidades ou Ciências Sociais a Matemática, Ciências e Artes. Ou qualquer outra combinação entre essas matérias.

O aluno tem liberdade também para escolher o nível (level) de dificuldade e intensidade das matérias que cursará em seus últimos anos de high school. Há essencialmente dois níveis: university level e college level. Como os nomes indicam, as matérias, dependendo do nível, prepararão o aluno para estudos ou em uma university ou em um college. Portanto, se o aluno gostaria de cursar Psicologia em um university, por exemplo, ele precisa saber quais matérias de high school a universidade pede para que ele possa ingressar no curso desejado. Nesse caso, o aluno precisaria focar em Ciências, Matemática e Inglês, todos no university level.

Por outro lado, se o aluno pretende cursar Design em um college, ele então precisaria focar em Matemática e Artes no college level. Isso porque para entrar em universities e colleges no Canadá não há uma prova como o vestibular no Brasil. As instituições recorrem ao histórico escolar do aluno para decidir se o aluno merece ou não a vaga desejada. A vantagem desse método é que o aluno não precisa ir bem em uma só prova para chegar ao curso e instituição pela qual tem preferência. E a desvatagem é que já no grade 11, aos 16 anos, o aluno tem de ter uma boa ideia do que vai querer fazer assim que concluir a high school, já que precisa escolher as matérias específicas e o nível correto a que vai se dedicar.

Há também programas técnicos em high schools, chamados de co-op, em que o aluno adquire experiência prática profissional para que tenha alguma especialização prática ao se formar da high school, o que facilita a procura de um emprego.

French Immersion

Estudar francês é obrigatório em elementary e high schools, já que é um dos idiomas oficiais do Canadá. Em Ontário há também escolas chamadas de French immersion schools, onde o idioma de instrução é o francês.

Uma curiosidade é que, além de  ter que atingir certa nota em uma prova de alfabetização, alunos de high school precisam completar 40 horas de serviço comunitário para que possam obter o Ontario Secondary School Diploma. Mais um exemplo de como o sistema educacional canadense visa formar cidadãos.

E se meu filho não falar inglês?

Uma das preocupações mais frequentes entre pais que pretendem imigrar com seus filhos ou enviá-los para fazer intercâmbio, é a dificuldade que eles terão em aprender as diferentes matérias e acompanhar os demais alunos enquanto estiverem ainda aprendendo o inglês. Embora seja verdade que para cursar a high school é ideal que o aluno tenha pelo menos alguma proficiência no inglês, (já que as matérias que cursar e as notas que atingir o permitirão ingressar em diferentes colleges e universities), o aluno de elementary school não precisa saber falar inglês. Isso porque na elementary school coordenadores e professores são bastante flexíveis e prestativos aos alunos que falam pouco ou não falam inglês.

Muitas vezes esses alunos têm atividades especiais para ajudá-los no desenvolvimento do idioma e os critérios das notas não são os mesmos dos outros estudantes, pelo menos não até que o aluno tenha um certo domínio sobre o idioma.

Isso sem contar o fato de que até os 13 anos crianças estão naturalmente predispostas a aprender novos idiomas. As amizades feitas na escola também contribuem para o aprendizado, já que o aluno está exposto ao inglês praticamente 100% do tempo. Na maioria das vezes, um aluno que entra na elementary school sem saber falar inglês, adquire fluência no idioma entre seis meses e um ano.

Mente aberta

Estudos mostram que crianças que cursam o ensino fundamental e médio em um idioma estrangeiro têm a mente mais aberta em relação a assuntos como a diversidade cultural. Portanto, o aprendizado de uma nova língua nessas circunstâncias não só garante a fluência no idioma, mas também torna os alunos mais reflexivos.

É verdade também que os idiomas que falamos mudam a maneira que pensamos e até vemos o mundo. Por esse e muitos outros motivos, pais procuram cada vez mais colocar seus filhos em intercâmbios culturais. Portanto, os pais não devem ficar apreensivos ao imigrar com seus filhos. Ainda mais para uma cidade como Toronto, onde o sistema de educação visa formar verdadeiros cidadãos.

Por: Bruno Vompean

Bruno, 25, é natural de Santo André (SP) mas morou metade de sua vida fora do Brasil em paises como Chile, Argentina, e Canadá. Desde 2007, estuda Filosofia e Criminologia na Universidade de Toronto, e é também instrutor do "Center for International Experience" da mesma universidade. [ email ]

Classificados

Autopark Georgetown

Estou aqui para ajudar quem precisa comprar um carro no Canadá. Financiamos para recém-chegados e pessoas sem crédito. [LER]

MELLOHAWK Logistics

A MELLOHAWK Logistics é uma empresa especializada no transporte de mudanças para o Brasil. Seja sua mudança grande ou pequena, dispomos de várias opções para diminuir seus custos. Assista ao vídeo. [LER]

ANUNCIE AQUI!