OiToronto

Como usar o apóstrofo (´) na língua inglesa

por
- Post atualizado em: 8 Nov 2009

Você sabe quando e onde inserir apóstrofos quando escreve em inglês? Fique ligado nessas dicas.

Inter’l Airport - http://www.flickr.com/photos/andy_morris/

Inter’l Airport - http://www.flickr.com/photos/andy_morris/

Hoje vou falar sobre o uso do apóstrofo em inglês: aquela vírgula flutuante que utilizamos com frequência e que muitas vezes vem acompanhada da letra S.

Nós utilizamos o apóstrofo em específicas situações:

  • Para formar substantivos possessivos (Ex: O carro da Joana).
  • Para permitir a omissão de letras.

Vamos começar pelo mais simples, né?

Podemos dizer que o apóstrofo é um sinal de preguiçoso. Quando não queremos escrever a palavra toda ou quando não temos espaço para palavras grandes, basta guardar todas as letras que estão faltando dentro do apóstrofo. Pode ser uma ou até um monte de letras. O importante é que o significado da palavra não seja comprometido. Veja alguns exemplos:

He is a very good student. = He’s a very good student.
Ele é um ótimo aluno.

I have got to study harder = I’ve got to study harder.
Eu tenho (a obrigação) de estudar mais.

He is = He’s

I have got = I’ve got

We will call you = We’ll call you.

Outros exemplos:

I know what you are saying. (Eu sei o que você está dizendo) = I know what you’re sayin’.

Outra utilização bastante comum é em palavras grandes:

International Airport = Inter’l Airport

Government lay offs = Gov’t lay offs = Demissões do Governo.

Because = ‘cause

Lembre-se que essas abreviações muito longas são quase de uso informal. Não abusem delas. Principalmente quando escrever o seu currículo, um trabalho de escola ou qualquer trabalho escrito que necessite de alguma formalidade.

Vou continuar a falar sobre apóstrofos na próxima aula. Não perca!

Por: Rafael Alcântara

Após ter trabalhado em várias empresas como a Air Canada e IBM, Rafael se formou pela George Brown College em Artes Culinárias, mesmo tendo diplomas nas áreas de Ciência da Computação, Linguística e Literatura. Mesmo com o curso de culináriia, ele está sempre em busca de novas aventuras no mundo gastronômico, seja descobrindo novos ingredientes ou provando pratos inusitados. Hoje em dia, Rafael Alcantara atua como intérprete e tradutor oficial para a imigração canadense, a Corte de Justiça da Cidade de Toronto e integra o corpo de intérpretes do maior hospital do Canadá. [ email ]

  1. Maysa disse:

    · Reply

    ufa! obrigado me safou de uma nota zero.

    Maysa ; *

  2. flavia disse:

    · Reply

    ta bom obrigada

  3. Vivi disse:

    · Reply

    Legal demais suas dicas! Sinto falta de ajudinha basica tipo na “visita de medico” que pode ser dentista,etc…tipo as vezes queremos comentar sobre onde exatamente doi e aqui se usa muitas expressoes…fico bem perdida, derepente pode ser uma ideia! tks, anyway

  4. Rafael Alcântara disse:

    · Reply

    Olá Saulo.
    Sim não poderíamos deixar de falar nesses casos que você mencionou! Mas lembre-se que esse assunto é extenso e na semana que vem vou falar com detalhes sobre os outros usos do Apóstofre!! Fique ligado e obrigado pelo comentário!

    • Fuad disse:

      · Reply

      Eu entendi que Rafael não respondeu às perguntas de Saulo. Um abraço.

  5. Anny disse:

    · Reply

    Mt legal as dicas, Rafael!!

  6. Saulo disse:

    · Reply

    Rafael,

    Adoro as dicas, acho muito legal mesmo.

    Porém, hoje ficaram algumas dúvidas que muita gente tem:
    – Qual a regra para apostrofe quando falamos sobre possessivos e a palavra termina com s ?
    Ex: Fernandes’ car (?)
    – Qual a regra para apostrofe quando falamos sobre possessivos com nomes compostos ?
    Ex: Mary Ann’s car ?

    [ ]’s

    Saulo

Leave a Comment

Your email address will not be published.

Leia também

Quando NÃO utilizar o apóstrofo
A vez dos pronomes possessivos
Como lidar com medidas na cozinha