OiToronto

Aproveitando frutas e verduras no verão

por

No verão, muitos produtos, além de serem bem mais saborosos do que em outras estações do ano, também possuem preços bem mais convidativos. Veja aqui os produtos da estação.

Olá, amigos do OiToronto. O verão está bombando! A melhor parte disso é que, além de podermos aproveitar um pouco do calor, existe essa enorme quantidade de frutas e verduras fresquinhas que temos ao nosso dispor nessa época do ano. Nós, brasileiros, não estamos muito acostumados com essa coisa de estação do ano, mesmo porque o Brasil tem quase tudo o ano inteiro, não é?

Milho fresco

Confesso que nunca liguei para milho fresco, já que estava sempre à disposição no Brasil. Era só ir à praia que tinha alguém vendendo ou mesmo comprar em lata. Após ter comido milho fresco aqui, em pleno verão, a minha vida mudou. Experimente comprar umas espigas e cozinhá-las em casa colocando manteiga em cima! Uma maravilha! E tem mais: eu faço no microondas mesmo. Coloco um pouco de água em uma vasilha por 8 minutos e pronto (nunca cozinhe milho fresco com água salgada porque fica duro). É só sentar e aproveitar o calor. Eu adoro.

Tomate

Com certeza vocês vão sentir a diferença do tomate no verão, quando tem muito mais sabor e cheiro de tomate mesmo (o que é raro por aqui). Eu simplesmente pego uns tomates frescos, pico em pedaços pequenos com alho, azeite e manjericão. A bruschetta está pronta. Coma com fatias de baguete, regadas com azeite e colocadas no forno. É uma ótima entrada para a sua festinha, e sai por menos de 5 dólares (se alguém perguntar fale que custou uma fortuna).

Outra sugestão seria cortar o mesmo tomate em pedaços maiores e juntar com pepinos, que também ficam ótimos no verão. Acrescente um pouquinho de orégano e azeite por cima e, se você gostar, umas azeitonas pretas ou verdes (eu adoro). Pronto, você fez uma saladinha, que além de ótima é baratíssima.

Pimentão vermelho

Esté é um outro vegetal que também descobri nas minhas aulas da faculdade. No verão, eles são bastante saborosos, baratos e você pode usar em tudo o que quiser.

Corte em tirinhas e coloque no sanduíche, ou coloque na salada mencionada acima. Uma outra opção é fazer como todos os chefs gostam: coloque o pimentão na boca do fogão até ficar bem queimado (o bicho fica preto mesmo). Em seguida, coloque-o em uma sacola plástica e deixe esfriar. Depois é só tirar o queimado e você vai ver a diferença. Fica delicioso em saladas, sanduíches, ou batido no liquidificador com alho, azeite e uma lata de feijão branco. Se gostar, adicione uma latinha de humus pronto ou, se não encontrar, uma latinha de grão-de-bico (79 centavos no NoFrills). Pronto: uma pastinha para comer com torradas ou pão sírio que custou menos de $2,50. Não é divino?

Morango

Compro muitas caixas e congelo o que sobrou! Gente, nessa época é possível comprar morango em Chinatown por $1,50 a caixa. Olha que benção! Eu vou à forra! Confesso que quando os morangos estão doces e grandes, como agora no verão, simplesmente como assim mesmo, ao natural! Outro dia comprei uma caixa e comi na rua mesmo com todo mundo me olhando.

Aí vai uma dica: você tem morango na geladeira e vai estragar? Corte os cabinhos e congele-os. Assim eles estão prontos para aquela vitamina de leite com morango. Está com vontade de fazer a linha “vovó quando tinha fazenda”? Lave os morangos, tire os cabinhos, corte em pedaços e ponha açúcar na metade de quantidade que tiver de morangos. A seguir, ferva em fogo baixo com um pouco de limão, até atingir o ponto de geléia. Eu garanto que você nunca mais comprará aquele vidro de geléia sem graça no supermecado.

Pêssego

Essa é uma outra fruta cujo potencial descobri aqui no Canadá. Agora é a época de comprar pêssegos, que também seguem a linha do morango. Quando a fruta é boa, não mexa muito com ela. Consuma ao natural, faça aquela geléia que te falei há pouco ou mesmo congele e bata no liquidificador com o seu suco preferido.

Cereja

Alguém já tinha visto cereja no Brasil sem ser aquelas que vinham no vidro e que, de tão vermelhas, chegavam a brilhar no escuro? Pois agora é a época de comprá-las ao natural mesmo, com o cabinho e tudo. Eu adoro e confesso que não há sobremesa melhor.

Mais dicas

Agora, a melhor dica é juntar as frutas acima com umas maçãs picadas, colocar tudo dentro de uma jarra de vinho com bastante gelo, e tomar a melhor sangria que você já experimentou na vida. O vinho pode ser barato mesmo, porque as frutas vão disfarçar o sabor. E quando seus amigos ligarem no dia seguinte reclamando da dor de cabeça, jogue a culpa no calor!

Outra dica é pegar todos os vegetais aqui mencionados: pepino, pimentão verde e vermelho, cebola, milho, tomate, grão-de-bico ou feijão branco e bastante salsinha. Faça uma salada super nutritiva e baratíssima que rende um montão e faz muito bem a saúde. Se gostar, coloque ainda maçã picada, um pêssego picado, ou até uma lata de abacaxi picada e pronto! Diga que é salada tropical. Se preferir, coloque coentro ao invés da salsinha, uns pedaços de abacate em quadradinhos e coma com tortilhas. Fale que é uma fiesta mexicana.

E se a salada sobrar? Simples! Cozinhe umas batatas, corte-as em pedaços e junte com o restante da salada acima com um pouco de maionese ou iogurte natural (melhor pra você). Misture tudo e leve para o próximo churrasco! Todos vão adorar!

Aproveitem bastante o verão! Na próxima coluna vou dar dicas de como receber os amigos para almoço ou jantar na sua casa e gastar apenas 20 dólares!

Por: Rafael Alcântara

Após ter trabalhado em várias empresas como a Air Canada e IBM, Rafael se formou pela George Brown College em Artes Culinárias, mesmo tendo diplomas nas áreas de Ciência da Computação, Linguística e Literatura. Mesmo com o curso de culináriia, ele está sempre em busca de novas aventuras no mundo gastronômico, seja descobrindo novos ingredientes ou provando pratos inusitados. Hoje em dia, Rafael Alcantara atua como intérprete e tradutor oficial para a imigração canadense, a Corte de Justiça da Cidade de Toronto e integra o corpo de intérpretes do maior hospital do Canadá. [ email ]

  1. Sasha Rodriguez disse:

    · Responder

    Com certeza não sabia da cereja no brasil pois é muito difícil de se encontrar!! E mais, ficava me perguntando como ela era ao natural!!
    Legal saber de tudo isso!!!!

  2. que massa adorei este site irei entrar muito mais vezes

  3. ofélia vieira rodrigues disse:

    · Responder

    Olá Rafael, mesmo um pouco atrasada( visto que nesta data vocês já estão se aproximando do inverno…) preciso te dizer que suas dicas são maravilhosas e apetitosas, ou vice versa. hummmmmm!!!!Parabéns!!!!

  4. Cristina LOpes disse:

    · Responder

    Oi!!!!
    Adorei todas as dicas e anotei!!!
    Sexta-feira vou à feira… e vou comprar todos os ingredientes e fazer a festa.
    Sempre que der vou anotar suas dicas deliciosas!!!!!
    Lindinho isso que você faz!
    Dando suas dicas pra gente.
    Bezu!

  5. Ai ai… vou usar estas dicas aqui mesmo na terrinha… as dicas são deliciosas!!!

  6. Betinho disse:

    · Responder

    E ai CHEF!!! Muito bom heim, é tudo de abrir apetite em qualquer ser humano.
    DELICIA!!!
    Parabéns.
    Abraço, BETINHO.

  7. Oi Rafael! a cada coluna mil novidades! eu? vou seguir a dica da sangria, inclusive para o dia seguinte!
    Rafael você é ótimo!!!
    Beijão
    Deyse

  8. Oi, Rafael!
    Adorei!
    Ri muito com os “fale que é isto, fale que é aquilo”. É assim mesmo. Aqui eles põem uns pedaços de abacaxi em qualquer coisa e vão logo chamando de caribenho, hahaha!
    Eu também aprendi a valorizar as frutas amadurecidas no pé. O sabor é outra coisa! Reparou que até as bananas estão (quase) com gosto de banana agora? Uau!
    Os “berries” estão ridiculamente baratos. Outro dia comprei uma libra (malditas medidas imperiais) de cerejas gordonas e maduríssimas por 99 centavos! Algumas estão meio maduras demais, vão virar geléia e é já!
    Uma coisa fácil de fazer é comprar essas caixinhas de morango, framboesa, amora e mirtilo, cozinhar só um pouquinho com um pouco de açúcar e usar como calda “very berry” em cima de qualquer coisa (panquecas, sorvete, ou até puro).
    E num churrasco canadense eu aprendi uma receita incrivelmente boa para milho verde. Churrasco canadense já é uma coisa assim exótica, e ainda mais quando metade das pessoas é vegetariana… Mas tá, vamos chamar de churrasco mesmo assim, porque envolve uma churrasqueira. O cara assou os milhos (fechados nas folhas). Depois abriu e jogou por cima: sal, suco de limão e raspas de queijo de cabra. Bizarro, não? Você não tem ideia de como é DELICIOSO! Já fiz isso várias vezes em casa. Ou simplesmente debulho o milho e refogo, adicionando uns pinguinhos de limão e o queijo de cabra ralado no final. Fica show!
    Abração!

  9. Alô Rafael, muito bom ver sua empolgação com o verão, as frutas e as verduras. Aprendi a gostar de salada no hemisfério norte também, em geral misturando as coisas. Pode incrementar tipos diferentes de folhas com uns croutons, nozes e queijo ralado em tiras. Fica muito bom. Ah, vou aguardar suas dicas sobre bem receber, OK? Beijão.

  10. thiago disse:

    · Responder

    nao sei de onde voce ‘e rafael, mas la no recife tem existem cerejas (‘e sazonal) como as que tem aqui, voce paga o preco por isso, mas existe. nada das em conservas!
    abs

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.

Leia também

Bar Spin é voltado para os aficionados por ping pong
"Food trucks" chegam a um parque perto de você
Tapioca chega às feirinhas de Toronto